VOLTAR

Poder, hierarquia e reciprocidade: os caminhos da política e da saúde no Alto Rio Negro. 2 v.

Documento não disponível em digital.

Esta tese pode ser enquadrada no campo da antropologia politica, com forte afinidade com o que Ortner (1994) denominou de Nova Teoria das Praticas, explorando as relacoes de poder, saber e hegemonia travadas numa dada sociedade, os Baniwa do Alto Rio Negro, Noroeste da Amazonia brasileira. Conclui que a reproducao da estrutura social Baniwa vem gestando sua propria transformacao atraves de reordenamentos historicos que estabelecem um "modo Baniwa" de interagir com o mundo nao indigena, pautado pela logica das producoes miticas e cosmologicas do grupo.