VOLTAR

UE adverte que acordo com Mercosul exige proteção de indígenas

Renova Mídia - https://renovamidia.com.br/
Autor: Tarciso Morais
31 de jul de 2019

A União Europeia afirmou, nesta terça-feira (30), que a proteção dos direitos de povos indígenas é um dos "elementos essenciais" para ratificação do acordo de livre comércio fechado há um mês entre o bloco e o Mercosul.

"A proteção dos direitos dos povos indígenas é subordinada aos princípios gerais" do acordo, afirmou representante europeia.

A declaração foi feita por um porta-voz da UE em reação à suposta invasão de garimpeiros na terra indígena Wajãpi, no oeste do Amapá. Exército Brasileiro, Funai, MPF e PF não encontraram indícios do ataque contra a tribo.

Em comunicado, o porta-voz europeu ressaltou que o tratado com o Mercosul exige a seus signatários "o respeito e a promoção dos princípios democráticos, direitos humanos e liberdades fundamentais, de acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos e outros instrumentos internacionais".

Entre eles se inclui a Declaração da Assembleia Geral da ONU sobre os direitos dos povos indígenas, de 2007, "votada pelos quatro países do Mercosul", destacou.

"A cláusula sobre 'Cooperação em princípios democráticos, direitos humanos e estado de direito' é um elemento essencial do tratado", acrescentou a UE, segundo o site UOL.

https://renovamidia.com.br/ue-adverte-que-acordo-com-mercosul-exige-pro…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.