VOLTAR

Sema reúne com órgãos ambientais para planejamento das ações de combate às queimadas no Amazonas

Manaus Alerta - https://manausalerta.com.br/
27 de jan de 2020

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) reuniu com órgãos ambientais do Amazonas para alinhar as estratégias de prevenção e combate às queimadas para o ano de 2020 no estado. O encontro foi realizado na sede do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam).

A reunião do comitê de queimada com os órgãos de comando e controle é realizado durante todo o ano como parte das ações práticas de combate aos incêndios florestais e queimadas no estado.

Durante o encontro, foram apresentados os balanços das ações de 2019 de combate às queimadas, com apoio de instituições parceiras, e o planejamento das reuniões e estratégias a serem adotadas para o ano de 2020.

O encontro, ocorrido na última quinta-feira (23), é o primeiro do Grupo de Trabalho (GT) de combate às queimadas, conforme explica a secretária executiva-adjunta da Sema, Christina Fischer. "É importante estabelecermos um plano de ação para prevenir as queimadas e incêndios florestais na nossa região. Essa é uma etapa inicial para não chegarmos a situações críticas, principalmente no período de estiagem", destacou.

Estiveram presentes na reunião representantes da Sema, Ipaam, Defesa Civil, Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente (Bifma), Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Secretaria de Estado de Educação e Desporto, Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Secretaria de Produção Rural do Amazonas (Sepror), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) e Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

(*) Com informações da Secom

https://manausalerta.com.br/sema-reune-com-orgaos-ambientais-para-plane…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.