VOLTAR

Professor condena contrato para exploração de madeira

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
13 de dez de 1978

O professor Joésio Deoclécio Siqueira, da Escola de Florestas da UFPR, qualificou de absurda a pretendida exploração do potencial madeireiro da Amazônia, através de contratos de utilização florestal. Segundo ele, não há como dissociar a exploração da madeira da utilização que se fará da área a ser desmatada.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.