VOLTAR

Presidente da Funai irá amanhã ao Xingu

O Estado de São Paulo (São Paulo-SP)
13 de ago de 1980

Não apenas os Kayapó Matyktire participaram da morte de dez trabalhadores que desmatavam uma área reivindicada pelos indígenas, mas também índios Yudjá, Kaiabi e Kysêdjê. Chegaram a Brasília o cacique Raoni, que não teria participado do ataque, e mais quatro indígenas. Em reunião com o presidente da Funai, Coronel Nobre da Veiga, os índios pedirão a imediata demarcação da margem direita do Xingu, até a área abaixo da cacheira Von Martius. O coronel viajará para a área, onde tentará encontrar uma solução para o conflito entre indígenas, colonos e fazendeiros da região.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.