VOLTAR

Massacre deve ser julgado, diz Eron

A Crítica (Manaus-AM)
03 de mai de 1991

O deputado Eron Bezerra (PC do B) quer que aconteça o julgamento do massacre dos 14 índios Ticuna, ocorrido na região do Capacete, em Benjamin Constant, promovido por um grupo liderado pelo madeireiro Oscar Castelo Branco. Desta forma, em apoio à Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), o deputado viajará para Tabatinga, onde está tramitando o processo, a fim de acompanhar a questão.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.