VOLTAR

O desejo dos outros: uma etnografia dos sonhos yanomami (Pya ú - Toototopi).

FAÇA O DOWNLOAD

Tamanho: 1.76 MB  |  Formato: PDF

O objetivo desta tese consiste em apresentar aspectos centrais sobre os sonhos yanomami. A etnografia foi desenvolvida a partir de trabalho de campo realizado entre os Yanomami da comunidade do Pya ú, localizada na região do Toototopi, TI Yanomami, durante o período de outubro de 2015 a fevereiro de 2017. Os sonhos yanomami se constituem como uma forma de se relacionar com o mundo e com os outros que habitam este mundo. O fim da tarde é o momento da emergência da saudade e o início do dia dos mortos, dos espíritos. Aqui há uma inversão entre dia/noite. A noite dos Yanomami equivale ao dia dos pore (mortos). É por meio dessa inversão que procuramos indicar como, na teoria da pessoa yanomami, o utupë (imagem) é o locus dos sentimentos, dos pensamentos e da volição. Na floresta yanomami, tudo possui um utupë; e é por meio dos sonhos que essas imagens podem encontrar-se. Procuramos ainda demonstrar, por meio dos sonhos dos xamãs, como os mitos são sonhos, na medida em que são continuamente sonhados, abrindo a possibilidade de um mundo em permanente construção. Nesse ponto, o tempo do sonho e o tempo do mito funcionam à maneira de uma fita de möbius e se movimentam em um trajeto que tende ao infinito.