VOLTAR

Usina desaloja comunidade quilombola

Folha de S.Paulo (São Paulo - SP)
11 de ago de 2003

A comunidade quilombola de Porto Coris, no Vale do Jequitinhonha, deverá ser reassentada por conta da construção da Usina Hidrelétrica de Irapé. A mudança de território se apresenta como uma forte ameaça à relação e o uso da terra. A existência dos quilombolas na região tornou-se pública através do processo de licenciamento ambiental da hidrelétrica, o que provocou também uma reivindicação pelo seu reconhecimento enquanto remanescente de quilombo.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.