VOLTAR

Líderes indígenas liberam biólogos reféns

O Globo, Economia, p. 18
24 de jun de 2013

Líderes indígenas liberam biólogos reféns
Governo decidiu suspender os estudos na região e consultar tribos

-SÃO PAULO- Os líderes da tribo mundurukus decidiram ontem à noite soltar os três biólogos que foram sequestrados por eles em Jacareacanga, em Alto Tapajós, no Pará, enquanto faziam estudo de impacto ambiental na região, a serviço da Concremat, contratada da Eletrobras. Em troca, o governo prometeu que os estudos para implantar as hidrelétricas São Luís do Tapajós e Jatobá serão suspensos e uma consulta será feita aos três povos indígenas, que somam 20 mil pessoas.
Djalma Nóbrega, Luiz Peixoto e José Guimarães foram sequestrados na sexta-feira e levados para uma praça no centro da cidade, onde eram vigiados por guerreiros da tribo. Na tarde de ontem, foram levados para o prédio da Funai, onde índios e integrantes do governo se reuniram.
Sob alegação de que os pesquisadores trabalhavam em terra indígena sem autorização, os mundurucus prenderam os profissionais.
O governo afirmou que os biólogos trabalhavam numa comunidade ribeirinha, e não estavam no local para qualquer projeto ligado a usinas. (Flávio Freire e Thiago Herdy)

O Globo, 24/06/2013, Economia, p. 18

http://oglobo.globo.com/economia/indios-mundurukus-libertam-refens-no-p…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.