VOLTAR

Líder indígena discutirá com Funai impactos ambientais causados por usina

Agência Brasil
Autor: Cilene Figueredo
27 de fev de 2008

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Márcio Meira, deve receber amanhã (28) lideranças indígenas Ikpeng, que vivem no Parque do Xingu, no nordeste de Mato Grosso. A informação é do líder da comunidade, Kumaré Txicão, que afirmou que o motivo do encontro é discutir os impactos ambientais causados por uma usina hidrelétrica construída no Rio Culuene, afluente do Rio Xingu.

Em entrevista hoje (27) ao programa Amazônia Brasileira, da Rádio Nacional Amazônia, o líder Ikpeng informou que as obras são prejudiciais aos rios do Xingu, uma vez que danificam as nascentes e comprometem a pesca, principal base alimentar dos índios da região.

Na entrevista, Kumuré disse que desde o mês de junho a comunidade não utiliza barcos para navegar, por causa do nível da água.
Na semana passada, os índios da etnia Ikpeng, fizeram 12 reféns - oito pesquisadores que prestavam serviço à empresa Paranatinga Energia S/A e quatro funcionários da Funai. Os indígenas protestavam contra os impactos ambientais causados pela usina hidrelétrica construída pela Paranatinga. Os últimos reféns foram liberados ontem (26).

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.