VOLTAR

Índios acusam padre em caso de sequestro

O Estado de São Paulo
08 de ago de 1987

Os índios Makuxi Édson e Ozeas Ramos Trajano relataram ao diretor de Polícia do Interior que o padre Giorgio Dal Bene participou das duas reuniões em que foi planejado o sequestro dos três trabalhadores da fazenda Guanabara, em Normandia. O padre é acusado ainda de incentivar indígenas a invadir terras de particulares.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.