VOLTAR

Empresas firmam convênio para o programa de Combate a Incêndio Florestal

Brasil Norte-Boa Vista-RR
12 de fev de 2003

Eletronorte, Boa Vista Energia, Funai e Corpo de Bombeiros de Roraima firmaram parceira para o desenvolvimento do Programa de Combate a Incêndio Florestal na área da linha de transmissão de energia elétrica, de Pacaraima a Boa Vista.
A parceira foi acertada no final de janeiro, numa reunião envolvendo representantes das instituições.
O programa atende uma solicitação do Corpo de Bombeiro em parceria com a Eletronorte, Boa Vista Energia e Funai.

A reunião, realizada em 22 de janeiro foi presidida pelo Comandante do Corpo de Bombeiros e presidente do Comitê de Defesa Civil do Estado, coronel Cláudio Amaral.
Para desenvolver o programa foi criada a primeira brigada de combate a Incêndio entre Eletronorte, Boa Vista Energia e Corpo de Bombeiro.
Tendo como brigadistas os colaboradores - Antonio Carlos Feitosa, Jaider Esbell, Francisco de Assis e Eduardo Ramos (Eletronorte), Raimundo Nonato, Maria de Lourdes e Elton Cordeiro (Bovesa), que terão acompanhamento de mais dois oficiais do Corpo de Bombeiro.

No último dia 29, os brigadistas Carlos Feitosa, Raimundo Nonato, Maria de Lourdes e Elton Cordeiro, acompanhados do Capitão Garcia, realizaram a primeira inspeção montada para proteção da área da linha de transmissão. Durante os trabalhos foram encontrados 12 focos de incêndio, sendo que 05 foram combatidos e apagados pela brigada.
Os focos estavam localizados entre as torres 147 e 148 do Linhão de Guri, próximo ao Rio Urariquera, município de Amajarí.

A partir de amanhã, os brigadistas, Antonio Carlos Feitosa e Eduardo Ramos da Eletronorte, Raimundo Nonato e Elton Cordeiro da Bovesa e mais dois oficiais do Corpo de Bombeiros estarão realizando vistorias no Linhão de Guri.
A proposta é intensificar as vistorias, e realizá-las pelo menos duas vezes por semana, isso, se os focos estiverem controlados e o monitoramento por satélite não identificar novos focos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.