VOLTAR

Dois crimes a evitar

Diário da Manhã (Goiânia-GO)
23 de ago de 1983

O senador Mauro Borges declarou que segundo a legislação estadual a Ilha do Bananal foi doada por Goiás à União para a criação de um Parque. Segundo informou o senador, essa destinação específica é obrigatória, e se desobedecida, dá ao Estado o direito de reclamar a reintegração de posse. Nesse sentido, as sucessivas mudanças na delimitação do Parque e a construção da estrada estariam descumprindo tal norma, e, assim, o governo goiano pode impedir a realização da obra, juntando-se aos esforços da opinião pública, dos ambientalistas e das comunidades indígenas.
Outra declaração do senador Mauro Borges foi uma denúncia contra o uso de um desfolhante, parecido com o agente-laranja, para abrir pastagens de capim colonião. Essa prática está destruindo os babaçuais da região que se estende pelo Norte de Goiás, Maranhão, Piauí e Pará.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.