VOLTAR

Sertanista revela discórdia na Funai

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
13 de mai de 1976

De acordo com o sertanista Apoena Meirelles, a reestruturação da Funai anunciada por Ismarth de Oliveira ainda não surtiu efeitos. O novo Coordenador da Amazônia do órgão, por exemplo, não aprovou a liberação de recursos do PIN, que havia sido autorizada anteriormente por Ismarth. Apoena criticou esses entraves burocráticos e afirmou que realizará uma viagem ao PI do Aripuanã, para verificar a situação dos povos Surui Paiter e Cinta Larga após a construção da rodovia Cuiabá-Porto Velho.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.