VOLTAR

Nostalgia do mar tirará os guaranis de Minas

Jornal do Brasil (RJ)
Autor: Gutemberg Mota e Silva e Waldemar Sabino
09 de dez de 1973

Os Guarani estão no posto Krenak-Guarani há apenas três meses, mas a nostalgia que sentem do mar, onde nasceram e sempre viveram seus ancestrais, acabará por levá-los de volta ao litoral.
Já os Krenak, que foram para lá devido às invasões constantes de suas terras no vale do Rio Doce (em Resplendor-MG), estão inquietos com a escassez de tudo o que lá encontravam em abundância: solo fértil, caça, pesca, bom pasto, e matéria-prima para seu artesanato, hoje inexistente.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.