VOLTAR

Marubos atacam posto da Funai no Amazonas e matam sertanista

O Estado de São Paulo
07 de nov de 1975

Um grupo de índios Marubo atacou três funcionários da Funai nas proximidades do posto de atração de Atalaia do Norte, matando a golpes de machado o auxiliar de sertanista Jaime Sena Pimentel. Os dois colegas de Jaime escaparam do ataque atravessando a nado o rio Itacoaí. A notícia também informa que entre as 13 mil pessoas que habitam a área a ser inundada pela barragem de Itaparica estão mais de 400 índios Tuxá, fixados no município baiano de Rodelas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.