VOLTAR

Liberação na aldeia Kururuzinho

Secretaria-Geral da Presidência da República - http://www.secretariageral.gov.br
24 de out de 2011

Neste domingo (23/10), foram liberados os sete funcionários da Funai e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), que estavam retidos por índios Kayabi na aldeia Kururuzinho, localizada próximo ao município de Alta Floresta (MT).

Todos os funcionários liberados estão bem.

Uma equipe do governo federal, com representantes da Secretaria Geral da Presidência e do Ministério da Justiça (Funai e Polícia Federal) e o apoio logístico do Ministério da Defesa, esteve no local neste fim de semana e foi responsável pelo desfecho pacífico da negociação.

Pelo acordo, a demarcação da área indígena, principal reivindicação, será acelerada. No dia 31 de outubro, o Exército começará o levantamento topográfico da área e a demarcação física. O diálogo terá sequência em audiência de uma comissão de líderes indígenas com representantes do governo federal, em Brasília, ainda no mês de outubro.

http://www.funai.gov.br/

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.