VOLTAR

Juruna fica decepcionado com acolhida em Genebra

O Globo (Rio de Janeiro - RJ)
Autor: Janos Lengyel
01 de ago de 1984

Em Genebra, Mário Juruna participou de um grupo de trabalho sobre populações indígenas, ligado à ONU através da Subcomissão de Minorias do Comitê dos Direitos Humanos. Na sua fala, distribuiu um discurso impresso que trata das atrocidades cometidas por empresas multinacionais em territórios indígenas, e ao invés de lê-lo, usou o tempo para falar da inércia do governo brasileiro em procurar solução para o problema e sobre a atuação inadequada da Funai.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.