VOLTAR

Índios não aceitam resíduos nucleares

Zero Hora
15 de out de 1987

Garantindo que o lixo atômico de Goiânia não mais será transferido para a Serra do Cachimbo, no Pará, o presidente da Funai, Romero Jucá Filho, conseguiu ontem em Brasília acalmar os cem índios kayapó que estavam em frente ao Palácio do Planalto protestando contra aquela decisão.

A notícia está inserida numa matéria maior sobre o acidente em Goiânia com o césio-137, que refere-se à visita de Sarney ao hospital de Goiânia onde encontram-se algumas das vítimas contaminadas. Em entrevista, Sarney admitiu, pela primeira vez, o que o Ministério da Aeronáutica vinha negando há quase um ano. No campo de provas da Aeronáutica "já existe um local que foi feito para ser colocado lixo atômico", afirmou o presidente.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.