VOLTAR

Idas e vindas de São Manoel

OESP, Economia, p. B6
01 de out de 2014

Idas e vindas de São Manoel

São Luiz do Tapajós corre o risco de seguir o mesmo caminho já trilhado por outra hidrelétrica, a usina de São Manoel, em construção no rio Teles Pires, na divisa entre Mato Grosso e Pará. Em 2013, a Funai enviou ao Ibama um relatório apontando 27 impactos negativos sobre as terras Caiabi, onde vivem cerca de mil índios. Apesar de o Ibama ter poderes para aprovar o projeto mesmo sem o aval da Funai, o relatório deixou o órgão ambiental em situação delicada. A situação levou a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) a entrar no processo. Depois de uma forte pressão, a Funai revisou o próprio parecer, amenizando os impactos que havia apontado.
No dia 2 de dezembro, a EPE conseguiu a licença prévia ambiental da usina. Onze dias depois, a usina foi arrematada em leilão. Mas, há duas semanas atrás, a Justiça Federal em Mato Grosso suspendeu, em liminar, o licenciamento da usina.

OESP, 01/10/2014, Economia, p. B6

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,idas-e-vindas-de-sao-mano…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.