VOLTAR

ICMBio e NPC debatem o potencial natural da RESEX Renascer

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
24 de jul de 2013

A equipe da Reserva Extrativista (Resex) Renascer, unidade de conservação (UC) federal gerida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), recebeu no período de 12 a 20 de julho colaboradores do Núcleo de Pesquisa e Conservação da Fauna e Flora Silvestre (NPC), organização não governamental que desenvolve atividades para viabilizar o uso sustentável dos recursos naturais pelas populações tradicionais.

A chefe da unidade de conservação, Rosária Sena e equipe, identificaram o potencial natural e alternativas tecnológicas para aperfeiçoar a pesca extrativista do pirarucu e de demais espécies de peixes da Amazônia. Na ocasião do encontro, também foram propostas alternativas para reduzir o impacto do gado nas áreas de várzea, como sensibilizar os comunitários para ordenar a caça de subsistência, além de iniciar os estudos para implantação de planos de manejo de pacas, caititus e queixadas.

Além disso, uma equipe formada por três americanos colaboradores do NPC, avaliaram o potencial da Reserva Extrativista Renascer, principalmente das comunidades no entorno do grande Lago dos Bichos, para implantação de toda a cadeia produtiva necessária para viabilizar o turismo, baseado no aproveitamento da pesca amadora do pirarucu, do cotidiano das comunidades e dos processos extrativistas de subsistência.

Sobre a UC

Localizada no município de Prainha, no Pará, a Reserva Extrativista Renascer foi criada em 2009, com o objetivo de proteger os meios de vida e garantir a utilização sustentável e a conservação dos recursos naturais tradicionalmente utilizados pela população extrativista residente na área de abrangência, especialmente, as comunidades residentes ao longo dos rios Pará do Uruará e Guajará.

A UC conta com um Conselho Deliberativo, que atualmente trabalha para implementação do plano de manejo da unidade. A reserva extrativista possui aproximadamente 211 mil hectares, formado por várzeas e floresta amazônica.

http://www.icmbio.gov.br/portal/comunicacao/noticias/20-geral/4157-icmb…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.