VOLTAR

Guianeses Motivaram Massacre de Calleri

A Crítica (Manaus - AM)
25 de abr de 1969

Uma expedição originária da Guiana penetrou em território brasileiro, em 1968, e incendiou uma das malocas dos Waimiri Atroari. Essa invasão teria motivado os índios a massacrar a expedição do padre Calleri, numa ação de vingança contra o elemento branco.

O governador do Amazonas disse que nada sabia sobre a expedição originária da Guiana e que só ficou sabendo sobre a expedição do padre Calleri pelos jornais. Ele questiona o fato da Funai, que tem sede em Boa Vista, não ter impedido o cruzamento da fronteira pela expedição da Guiana.

Em 1969 existiam sete missões americanas espalhadas pelo Brasil, controladas pela Cruzada de Evangelização Mundial e apoiadas pela missão Asas do Socorro, também controlada por protestantes americanos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.