VOLTAR

Greenpeace filma extração de mogno em área caiapó

O Globo, Rio de Janeiro - RJ
27 de set de 2001

O Greenpeace denunciou ontem à 6ª Câmara da Procuradoria Geral da República, que uma área de 2,5 hectares no meio da reserva dos índios kayapó, no Pará, foi devastada ilegalmente para a retirada de mogno. Num vôo sobre a região, o Greenpeace fotografou e filmou cenas de retirada de madeira.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.