VOLTAR

Governo tenta colocar fim em conflito entre índios e construtora nesta 3ª feira

O DOCUMENTO
17 de dez de 2007

A reunião que tenta firmar um acordo entre índios e a construtora que solicita a retomada das obras de construção de cinco PCHs no rio Juruena, em Sapezal, acontece nesta terça-feira (18), no auditório do Parque Estadual Massairo Okamura, em Cuiabá. Governo do Estado, líderes indígenas das etnias Enawenê-Nawê, Mynky, Paresi, Rikbaktsa, representantes da Funai, do Ministério Público Federal, Polícia Federal e ONGs que trabalham com as etnias, além dos empreendedores, debaterão as condições que os índios impõem para que a situação se normalize.

As construções estão paradas desde quinta-feira (06), quando cerca de 300 pessoas que estavam trabalhando no canteiro de obras das hidrelétricas foram mantidas reféns durante cinco dias. Os maquinários e veículos também foram retidos pelos índios no pátio de obras. Todos só foram liberados após uma reunião no município de Sapezal onde ficou acordado que o estudo de impacto ambiental será revisado. Na reunião, os empreendedores também concordaram em reavaliar o montante a ser revertido em projetos aos índios como compensação pelos impactos, aproximadamente R$ 4,3 milhões.

Segundo o Superintendente de Políticas Indígenas da Casa Civil do Governo, Rômulo Vandoni Filho, os indígenas reclamam da forma de distribuição da compensação financeira para comunidades afetadas com a construção das PCHs. "São cinco etnias envolvidas e três delas estão questionando o valor distribuído por igual tanto para as comunidades mais próximas quanto àquelas mais distantes. Mas estamos buscando um entendimento pacífico, sem prejuízo para os indígenas destacou Vandoni.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.