VOLTAR

Flagrante de exploração ilegal

A Crítica, Manaus - AM
29 de set de 2001

O Greenpeace flagrou uma operação de exploração ilegal de madeira na terra dos índios kayapó, envolvendo caminhões, tratores, carros, estradas e barcos. A entidade documentou a operação com fotos e vídeos, incluindo a localização geográfica em fotos de satélite. A documentação foi entregue à Procuradoria Federal da República e ao Ibama, com uma proposta de investigação que envolva pesquisadores, ONG's e o Governo.
Com as denúncias, o Ministério do Meio Ambiente determinou a suspensão temporária da exploração e da comercialização de mogno na Amazônia.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.