VOLTAR

Empresas mantêm trabalho escravo no MS

Folha de São Paulo
Autor: Fernando Godinho
16 de set de 1993

No Mato Grosso do Sul, adultos e crianças "devem" aos patrões mais do que recebem; destilaria cobra até por banho de rio.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.