VOLTAR

Diretor exige que antropóloga seja afastada do Pará

O Estado de São Paulo
03 de dez de 1976

O Diretor do Departamento Geral de Operações da Funai exigiu, sob a alegação de indisciplina, a retirada da antropóloga Iara Ferraz da área do Posto Indígena Mãe Maria e seu afastamento da coordenação do plano integrado de desenvolvimento comunitário para os índios Gavião Parkatêjê e Suruí, o qual vem contribuindo para o processo de emancipação desses povos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.