VOLTAR

Comissão da Funai investiga violação

Correio do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
04 de jul de 1987

A comissão de sindicância designada pela administração regional da Funai, em Rondônia, para apurar as denúncias de que Natalício Maia da Silva, chefe do posto indígena da aldeia karipuna, engravidou uma índia de apenas 12 anos, deixa Porto Velho hoje. A mesma comissão vai apurar, também, as denúncias feitas recentemente pelo índio Antenor Karitiana, do grupo de mesmo nome, de que uma professora designada pela Funai para alfebetizar as crianças e os adultos da aldeia, dava aulas práticas sobre sexo aos índios.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.