VOLTAR

Boato incrimina branco na morte de Possidônio

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
12 de jul de 1971

Desaparecimento e morte do sertanista Possidônio Bastos ganha diferentes versões: a de ter sido atacado ou pelos Cinta-Larga, ou pelos Paiter, e a outra, de ter sido vítima de capangas a serviço de empresa interessada nas terras Paiter, e que forjaram o ataque indígena. Bastos teria fotos de brancos massacrando os Cinta-Larga.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.