VOLTAR

Até a ONU estudará a incrível história das atrocidades contra os índios brasileiros

Folha S. Paulo (São Paulo - SP)
14 de abr de 1968

O Itamarati informou que o governo brasileiro não será mais réu nas atrocidades cometidas contra os índios. Para defender essa posição foi utilizado um dossiê que reúne três pontos em defesa das autoridades. Duas partes do relatório encaminhado ao ministro Albuquerque Lima justificam a realização de um protesto no internacional: o episódio da extinção de um coletivo indígena em Itabuna (BA); e a tentativa de extermínio dos índios Cinta larga, localizados no Mato Grosso.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.