VOLTAR

1ª Oficina de Ecologia Humana acontece na RDS Barra do Una

Fundação Florestal - http://fflorestal.sp.gov.br/
18 de set de 2015

Capacitação deu ênfase à interação entre o homem e o meio ambiente, valorizando a cultura local e incentivando a disseminação do conhecimento

O Programa de Educação Ambiental do Mosaico de Unidade de Conservação Jureia-Itatins (MUCJI) promoveu, no último dia 15, a 1ª Oficina de Ecologia Humana. Ministrada pela professora Milena Ramires, da Universidade Santa Cecília, a capacitação aconteceu na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Barra do Uma. Entre os participantes, educadores da região, moradores da RDS, funcionários e monitores ambientais.

O objetivo da oficina foi fomentar a discussão sobre as interações ecológicas entre homem e ambiente, além de demonstrar aos educadores, como aproveitar esse conhecimento para agregar ao aprendizado do aluno, incluindo o meio ambiente nos diversos temas transversais indicados no currículo escolar.

Para vivenciar os conceitos, os participantes percorreram um roteiro etnocultural, incluindo roda de conversa com um pescador artesanal da Barra do Una sobre seus conhecimentos adquiridos ao longo de gerações; tiveram a oportunidade de conhecer a Casa de Produção Artesanal de Farinha de Mandioca de um dos moradores mais antigos da vila e conheceram a cultura de um povo por meio de sua culinária, tendo a caratinga empanada como prato principal.

A participação dos moradores da RDS Barra do Una na recepção de grupos escolares e demais visitantes com enfoque nos saberes locais, também foi abordada no curso, como forma de resgate e valorização da cultura caiçara e oportunidade de geração de renda para a comunidade.

http://fflorestal.sp.gov.br/2015/09/18/1a-oficina-de-ecologia-humana-ac…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.