VOLTAR

A terra que odeia os brancos

O Estado de São Paulo (São Paulo - SP)
25 de nov de 1968

A notícia fala do incidente ocorrido com a expedição do padre Calleri, que foi massacrada pelos Waimiri Atroari.

A reportagem conta como o padre Calleri havia planejado a expedição e de como ele pensava que deveria ser feita a integração dos índios. Fala também da experiência do padre em contato com índios tidos como bravos (os Yanomami), que obteve bons resultados.

Força Aérea Brasileira tem mandado aviões para sobrevoarem a área onde a expedição estava. Tudo indica que os Waimiri tenham abandonado as "malocas" onde os brancos estiveram, coisa que costumam fazer quando matam pessoas.

Acredita-se que apenas um membro da expedição sobreviveu, pois separou-se do grupo antes que houvesse o massacre.

É o Departamento de Estradas e Rodagem que está fazendo a busca aos corpos dos expedicionários. Foi para continuar a construção da BR-174 que a expedição foi chamada para "pacificar" os índios.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.