VOLTAR

Sertanista acusa Funai de omissão e inoperância

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
11 de jan de 1976

O sertanista Amaury Beloquim Costa, após ser demitido da Funai acusa o distanciamento do órgão com a realidade em que trata e do descaso do órgão com os postos existentes. Também denuncia o seringalista Manuel Lucindo de manter índios em regime de escravidão e reclama da presença da missão "Novas Tribos do Brasil". no posto de Pacaas-Novas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.