VOLTAR

Seduc e lideranças discutem demandas da educação indígena

G1 - http://g1.globo.com
02 de jun de 2016

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) abriu nesta quinta feira (02) um canal direto de comunicação com lideranças indígenas no estado. O objetivo da medida é atender as demandas em caráter emergencial nas escolas localizadas dentro das reservas indígenas.

Na reunião desta quinta-feira na sede da Seduc, em Belém, os indígenas e dirigentes da secretaria encaminharam providências quanto às demandas de substituição de reforma e ampliação de uma escola indígena na aldeia Krijõherekatêjê; substituição de professores nas escolas; uso de material didático; e curso de magistério indígena para atendimento de turmas em São Félix do Xingu e Santarém, entre outras ações.

"Quem tiver alguma demanda em caráter emergencial nas escolas pode entrar em contato direto com a Seduc, para que possamos juntar ações para superar desafios relacionados ao atendimento dos estudantes da educação indígena", afirmou a secretária Ana Claudia Hage.

São 1,7 mil indígenas matriculados na rede pública estadual de ensino. A Secretaria de Educação conta com a Coordenadoria de Educação Escolar Indígena, para encaminhar assuntos da educação indígena no Estado. No encontro, a professora de Licenciatura Indígena, Concita Sompré, da etnia Kyika Têjê, do município de Bom Jesus do Tocantins, defendeu a discussão sobre a construção, com a Seduc, de uma política estadual de educação indígena no Pará.

"O que temos hoje de sistema de ensino é universal, é para adequar uma sociedade que vive no meio urbano e no meio rural; a nossa tem que ser diferente, específica, porque nós temos um calendário diferente, temos nossas festas culturais, temos uma forma de pensar e de se organizar diferente. Então, o que precisamos é fazer uma política de educação com essas particularidades, que venha respeitar a nossa forma de ser, de viver, de pertencer", afirmou Concita Sompré. "O momento é de construção", afirmou o cacique Zeca Gavião, durante o encontro.

Participaram da reunião líderes das etnias Gavião, Tembé, Kayapó, Kyika Têjê, WaiWai e outras; dirigentes da Federação dos Povos Indígenas do Pará (Fepipa); o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michell Durans; as secretárias adjuntas de Logística Escolar, Beatriz Padovani, e de Gestão de Pessoas, Dayse Ana Batista; o coordenador de Educação Escolar Indígena, Mydjere Kayapó Mekrangnotire; e o assessor jurídico da Seduc, Fábio Feitosa.

http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2016/06/seduc-e-liderancas-discutem…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.