VOLTAR

Regina Sousa visita comunidade quilombola em Paquetá

Governo do Estado do Piauí - http://www.piaui.pi.gov.br
19 de ago de 2019

Vice-governadora se reuniu com as famílias e conheceu as casas construídas com recursos de emenda que destinou.

A convite dos moradores, a vice-governadora Regina Sousa visitou a comunidade quilombola Custaneira-tronco, em Paquetá do Piauí, a 330 km de Teresina, para conhecer as casas construídas com recursos de emenda parlamentar que destinou enquanto ocupava o mandato de senadora da República. Ela informou que o Governo do Estado vai regularizar terras quilombolas, indígenas e assentamentos que pertencem ao Estado e entregar o título de propriedade às famílias.

Em 2016, Regina Sousa esteve na comunidade quilombola como senadora da República e viu que as casas eram de barro e percebeu a presença do inseto "barbeiro", o transmissor da doença de Chagas. Ela informou que iria destinar emenda para construção de casas. E foram construídas 30 residências com dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

Regina conversou com os moradores e anunciou que o governo vai encaminhar para a Assembleia Legislativa projeto de lei de regularização fundiária. "O projeto foi elaborado com a participação dos movimentos sociais", explicou que as famílias que vivem em comunidades quilombolas, indígenas e assentamentos que estão localizados em terras do Estado terão o título da terra. "O governo quer resolver o problema da posse da terra. É inadmissível que uma pessoa more há quarenta anos e ainda não tenha a posse da terra", chama atenção Sousa.

A vice-governadora disse que ficou satisfeita com a construção das casas. E, principalmente, por ter sido um trabalho rápido, pois a obra é supervisionada pelos moradores, sem burocracia e a casa é concluída em pouco tempo.

Dona Francisca foi uma das beneficiadas e há um mês mudou para a nova casa com o marido. Ela disse que ficou feliz em receber a visita da vice-governadora e mostrar como hoje vive na comunidade quilombola. As casas foram construídas por meio do Programa Nacional de Habilitação Rural, o PNHR, e o projeto elaborado pela Associação dos Moradores da Comunidade.

Na comunidade quilombola vivem 49 famílias. O presidente da Associação dos Moradores, Arnaldo Lima, disse que as famílias beneficiadas estão felizes com a nova moradia. O objetivo é oferecer uma moradia melhor a todas que vivem na comunidade.

Sobre a visita da vice-governadora à comunidade, ele comentou que dá a sensação de que não está sozinho e que fortalece a caminhada e o desejo de continuar lutando. "Ela veio verificar o projeto de 30 casas já construídas e na pessoa da vice-governadora podemos confiar. E essa confiança é muito importante e nós acreditamos que vamos conseguir mais", ressalta Arnaldo.

http://www.piaui.pi.gov.br/materia/vice-governadoria/vice-governadora-v…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.