VOLTAR

Quilombo vai à Justiça exigir posse da terra

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
16 de jul de 1995

Uma comunidade negra de 75 famílias que vivem isoladas à margem esquerda do rio Ribeira, na vila de Ivaporunduva, município de Eldorado, fundou uma associação e entrou na Justiça para exigir a aplicação do Artigo 68 das Disposições Transitórias da Constituição, que garante a remanescentes quilombolas a propriedade definitiva de suas terras. São quase 3,2 mil hectares de matas e roças ao redor de conjunto de 30 casebres, uma escola e uma capela, que só se pode tingir de canoa.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.