VOLTAR

PPP amazônica

FSP, Brasil, p. A18
09 de jul de 2006

PPP amazônica

O resultado da licitação de duas hidrelétricas no rio Madeira, em Rondônia, pode acabar em mau olhado de parte dos conhecedores do mercado barrageiro. É coisa de dezenas de bilhões de dólares e teme-se que o preço da energia a ser gerada saia muito, mas muito mais caro do que se paga pelo mundo afora.
O negócio poderá resultar na primeira grande PPP (Parceria Público Privada, podem me chamar de Pleito dos Privatas Paleolíticos). Como sempre, a conta só fecha se o velho e bom BNDES entrar com seu dinheiro. Obra desse tamanho, quando contratada em campanha eleitoral, acaba em encrenca.

FSP, 09/07/2006, Brasil, p. A18

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.