VOLTAR

Polícia Civil de Santa Cruz do Xingu participa de encontro em aldeia

Folhamax- http://www.folhamax.com.br
25 de mar de 2017

A Polícia Judiciária Civil do município de Santa Cruz do Xingu (1.230 km a Nordeste), em conjunto com a equipe da Gerência Regional do Parque Estadual do Xingu, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA), e com o Padre Erico, participaram de encontro promovido nesta semana pelo Cacique Daniel, da Aldeia Kapôt Nhinôre.

O chefe indígena realizou o convite para que os representantes dos órgãos visitassem o local para conhecer mais sobre a cultura e vida do povo que vive na região, além de debaterem sobre parcerias em assuntos inerentes aos nativos.

Na ocasião, os servidores foram recebidos com festividade e apresentação de dança tradicional feita pelos alunos da escola local.

Em seguida vários temas foram discutidos pelos participantes visando principalmente proteger a região, pois o local carece de fiscalização a nível federal, como por exemplo as dificuldades enfrentadas pelos índios em relação a pesca predatória e caça praticada no entorno das terras.

Conforme o Cacique Daniel, a situação afeta diretamente a alimentação de seu povo e equilíbrio ambiental.

"Hoje não há mais espaço para lutas de cocar, nem para lutas de arco e flechas, e nem de armas. Hoje lutamos com palavras, não queremos tomar nada de ninguém, só queremos nosso espaço e viver em harmonia com os brancos, e esse encontro é um sinal disso, receber a meu convite a equipe do Parque, da Polícia Judiciaria Civil e do Padre em nossa comunidade", agradeceu o Cacique Daniel.

Ainda no encontro, a equipe da Polícia Civil de Santa Cruz do Xingu agradeceu o convite, e se colocou à disposição no que for de sua competência para realizar ações necessárias para garantir a proteção ao meio ambiente como um todo.

http://www.folhamax.com.br/cidades/policia-civil-de-santa-cruz-do-xingu…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.