VOLTAR

Pajés vão discutir biopirataria

O Estado de S. Paulo (São Paulo - SP)
07 de dez de 1997

Um grupo de pajés e sábios de diversos grupos indígenas brasileiros deverá se reunir para discutir a questão da biopirataria, a fim de criar regras próprias para combater esse tipo de crime. O Brasil não possui legislação a respeito dessa prática, que é bastante comum na Amazônia. O Acre é o único estado que criou uma lei para evitar pesquisas ilegais.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.