VOLTAR

Negros mantêm quilombos na Amazônia

A Crítica (Manaus - AM)
14 de mai de 1994

Os quilombolas que vivem na região do Rio Erepecuru, afluente do Rio Trombetas e nas proximidades de Oriximiná (PA) vem sofrendo com a reação dos fazendeiros diante da possibilidade do reconhecimento de antigos quilombos na região. O sucesso que os remanescentes quilombolas alcançaram na agricultura chamou a atenção dos fazendeiros para a fertilidade das terras da região, desde então, afirmam que não tiveram paz. Além disso, sofrem também com mineradoras de bauxita e garimpeiros, em busca de ouro.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.