VOLTAR

MPE recomenda que não haja reajuste no valor do passeio da Gruta do Lago Azul

Correio do Estado - http://www.correiodoestado.com.br/
Autor: Leandro Abreu e Bruna Aquino
17 de mai de 2018

MPE recomenda que não haja reajuste no valor do passeio da Gruta do Lago Azul
Valor cobrado atualmente é R$ 50 em baixa e R$ 65 para alta temporada

Correio do Estado - Por Leandro Abreu e Bruna Aquino
17 MAI 2018 às 12h50

O Ministério Público Estadual (MPE) recomendou que o Conselho Municipal de Turismo de Bonito (Comtur) não reajuste a taxa de passeio da Gruta do Lago Azul, sem a aprovação prévia do Conselho Consultivo do Monumento Natural da Gruta do Lago Azul, em Bonito. A recomendação foi divulgada na edição desta quinta-feira do Diário Oficial do MPE.

De acordo com a recomendação, uma denúncia anônima informou que o conselho iria reajustar o valor da taxa da Gruta do Lago Azul. A recomendação levou em consideração uma cláusula do Termo de Cooperação Técnica firmado entre o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) e o município de Bonito.

Cicero Ramos Peralta, presidente do Comtur, foi notificado para que não haja reajuste sem aprovação do Conselho Consultivo. O MPE deu um prazo de 10 dias para que haja resposta da recomendação.

Também foram notificados para conhecimento da recomendação o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social, o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça do Meio Ambiente e o Imasul.

https://www.correiodoestado.com.br/cidades/mpe-recomenda-que-nao-haja-r…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.