VOLTAR

Mato adentro

FSP, Revista São Paulo, p. 34-37
27 de out de 2013

Mato adentro
Vinte anos após primeiro registro de índios isolados na Amazônia, fotógrafo volta ao local; material é reunido em livro, com lançamento na próxima semana

RICARDO SENRA

O helicóptero da Funai rodava há duas horas, sem GPS ou internet, até que enfim encontrou uma clareira nas terras dos Zo'és, grupo indígena isolado no norte do Pará. O ano era 1989.
Quando o pássaro de ferro pousou, foi cercado por índios curiosos. Ali, a tribo teve seu primeiro contato com os homens brancos. Um deles, o fotógrafo Rogério Assis, 48, que clicou os primeiros registros oficiais da tribo (confira na página anterior).
Foram 20 anos até ele resolver visitar os velhos amigos de. No dia 6, um livro sobre o reencontro será lançado na galeria Vermelho (centro) -as fotografias também serão vendidas por lá.
Nessas duas décadas, após a chegada da Funai, a população de Zo'és cresceu 86%, de 145 para 270 índios.
"Montaram até um posto dentário lá dentro", diz Assis, que se antecipa: "Mas é só para acompanhar, ninguém põe aparelho nos dentes dos índios".
Em mais de 80 fotos, "Zo'é" [ed. Terceiro Nome, R$ 70] mostra costumes e adereços típicos, como o "emberpot", principal marca de identidade do grupo -um pedaço comprido de madeira que atravessa lábios inferiores de homens e mulheres. "Ele é colocado para marcar a troca de dentição das crianças", explica Assis.
Os cocares de penas de urubu-rei são exclusividade delas. Já eles não são vistos sem uma fita de palha amarrada à extremidade do pênis.
"É a roupa dos homens", conta. "Estávamos no rio e a palha de um deles se soltou. Quando todo mundo saiu da água, ele continuou lá, até encontrarem algo para 'protegê-lo'."
Para ganhar confiança, Assis passava longas horas no rio ou deitado em redes -sem câmera. "Eu era um estranho. Não dava para chegar fotografando", diz. "Quando sentia eles confortáveis, sacava o equipamento."

LANÇAMENTO DO LIVRO "ZO'É"
Galeria Vermelho. Rua Minas Gerais, 350, Consolação, tel. 3138-1520. 6/11, das 19h às 21h30.

FSP, 27/10/2013, Revista São Paulo, p. 34-37

http://www1.folha.uol.com.br/revista/saopaulo/2013/10/27/1362505-mato-a…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.