VOLTAR

Marcos, brasileiro, Nação Terena

Folhetim (São Paulo - SP)
20 de abr de 1980

Trata-se de uma primeira entrevista concedida à imprensa por Marcos Terena, estudante de administração e um dos 8 indígenas que lançou a Unind (União das Nações Indígenas). A conversa é com relação ao entendimento de Marcos com relação a política indigenista vigente até então. Para ele se trata de uma política morosa, geradora de maiores conflitos entre índios e brancos. Segundo Marcos a Funai deveria tratar as questões que são importantes aos indígenas (como o direito à terra) com maior urgência, e a política indigenista oficial deveria ser baseada dentro do que aponta o Estatuto do Índio, atendendo às reivindicações indígenas. Fala também do preconceito e das violências que sofrem os indígenas estudados, sendo tratados ora como na obrigação de emancipação, ora como crianças. Finaliza dizendo que a União das Nações Indígenas são uma forma de unir as forças dos índios na luta pelos direitos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.