VOLTAR

Índio Ianomâmi ganha prêmio da ONU mas vive completamente isolado

Jornal do Brasil
Autor: Maureen Rajahn
03 de mar de 2000

Segundo o artigo, depois de ganhar da ONU o prêmio Global 500, David Kopenawa, liderança Yanomami, está vivendo há mais de três meses em sua aldeia, próxima à fronteira entre os estados de Roraima e Amazonas. Mesmo tendo conseguido, depois de receber o prêmio, um encontro com o presidente José Sarney para lhe expor os problemas que atualmente assolam os índios brasileiros, e tendo também viajado a outros países em busca de apoio à causa indígena, hoje David está muito desanimado com a situação, porque o presidente não cumpriu suas promessas e nada está sendo feito. O índio tenta combater o problema da invasão dos garimpeiros à terra Yanomami, povo que vem sofrendo ultimamente também com a malária, contabilizando já mais de 30 casos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.