VOLTAR

Incêndio de grande proporção atinge área de 20 mil metros quadrados de Ilha Comprida

G1 - http://g1.globo.com/
Autor: G1 Santos
30 de jan de 2019

Incêndio de grande proporção atinge área de 20 mil metros quadrados de Ilha Comprida
30/01/2019 11h08

Por G1 Santos

Fogo chegou a atingir o muro de três residências. Ocorrência constitui crime ambiental.

Incêndio de grande proporção atinge área de Ilha Comprida.

Uma área de aproximadamente 20 mil metros quadrados foi atingida por um incêndio de grande proporção na tarde de terça-feira (29), no Balneário Porto Velho, em Ilha Comprida, no litoral de São Paulo. Além da área de vegetação, o fogo chegou a atingir o muro de três residências. Ninguém ficou ferido.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e, em seguida, uma viatura da Polícia Militar Ambiental, que fazia patrulhamento pelo bairro, também se dirigiu ao local.

Segundo apurado pelo G1, o combate foi feito por meio do uso de mangueiras de água de alta pressão, munidos de abafadores, conhecidos como "vassouras de bruxas", além de bombas de água manuais para extinguir todos focos existentes na vegetação. As equipes levaram três horas para apagar o fogo.

A ocorrência constitui crime ambiental. Segundo a polícia, o caso será levado ao conhecimento da autoridade de Polícia Judiciária.

Área de Proteção Ambiental
Classificado como Área de Proteção Ambiental (APA), o Município de Ilha Comprida é uma Unidade de Conservação de Uso Sustentável que possui uma área de 17.572 hectares divididos em biomas como Vegetação de Restinga, Dunas, Praias e Manguezais.

Viveiro natural de espécies marinhas e terrestres no Atlântico Sul, a cidade de Ilha Comprida é um dos últimos complexos de ecossistemas preservados no litoral brasileiro. O local é utilizado por mais de 30 espécies de aves migratórias.

https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2019/01/30/incendio-de-gr…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.