VOLTAR

Funai nega loteamento da área habitada pelos Tembé

A Província do Pará
29 de set de 1981

O delegado regional da Funai, Paulo César Abreu, negou ontem que o orgão esteja pretendendo lotear a área habitada pelos índios Tembé, reserva indígena do Alto Rio Guamá, no nordeste do Pará. A área vem sendo palco de conflitos fundiários, e isso se deve, segundo o delegado, ao fato de ter sido criada através de um decreto mal elaborado, em 1945. O delegado afirma também que a idéia da emancipação dos índios, atribuída recentemente à Funai, nunca esteve na pauta, e que a Funai atua sempre em prol da comunidade indígena. Funai, Incra e Iterpa estão trabalhando conjuntamente na tentativa de regularizar a situação fundiária da reserva.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.