VOLTAR

Funai comprova a grande incidência de oncocercose

O Estado de S. Paulo (São Paulo - SP)
08 de fev de 1975

Entre um grupo de trezentas e dez pessoas indígenas e brancas analisadas por uma equipe médica da Funai, noventa e quatro apresentaram oncocercose, doença que provoca cegueira. Sobre o assunto, o presidente da Funai, general Ismarth de Araujo Oliveira, afirmou que o único remédio contra a doença é francês, de alto custo e que, se aplicado em populações indígenas, por não apresentarem resistência física suficiente, causa morte.

Hilda Brasil, viúva do índio Florentino Ferreira Lima, que morreu em decorrência de uma intoxicação alimentar aguda, está cobrando uma indenização da Funai. Hilda Brasil argumenta que a alimentação que causou a morte de seu marido foi fornecida pelo posto indígena do rio Camanauá. Em resposta, a entidade afirmou que o índio em questão possuía problemas com álcool e que havia sido visto, no dia de sua morte, utilizando como copo para bebida uma lata de lubrificante vazia.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.