VOLTAR

Fernanda Kaingang ministra palestra de abertura do III Fórum Social Indígena

O Girassol (TO) - http://www.ogirassol.com.br
06 de abr de 2010

A indígena, que é advogada e mestre em Direito Público, Lúcia Fernanda Joféj Kaingàng, ministrará a palestra magna de abertura do III Fórum Social Indígena do Tocantins "Novos olhares, novas perspectivas para os Povos Indígenas". O Fórum acontecerá nesta quarta-feira, quinta-feira e sexta-feira, 07, 08 e 09 de abril, no Auditório do Anfiteatro da Universidade Federal do Tocantins - UFT.

A palestrante vai falar sobre o tema "Biodiversidade e conhecimentos tradicionais: Povos Indígenas e Mudanças Climáticas". A abertura do evento será realizada a partir das 19h30 de quarta-feira, 07.

Lúcia Kaingàng tem 32 anos, é bacharel em Direito pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do RGS - UNIJUI, de Ijuí, é mestre em Direito Público, pela UnB - Universidade de Brasília. É considerada a primeira indígena a obter o grau de mestre em Direito no Brasil.

Em seu mestrado, Lucia, realizou estudoa sobre a proteção jurídica, brasileira e internacional dos conhecimentos tradicionais dos Povos Indígenas associados à biodiversidade, a partir da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB). A tese analisou a evolução da legislação indigenista brasileira até o advento da Constituição Federal de 1988 e da legislação internacional.

O primeiro dia do Fórum também será marcado por apresentações culturais indígenas dos Povos Xerentes e Krahô, e homenagem ao líder indígena Pedro Penõ Krahô (in memoriam).

O evento é uma realização do Governo do Estado, por meio da Coordenadoria de Povos Indígenas, da Diretora de Promoção da Igualdade Racial e Minorias, que é ligado a Superintendente de Proteção dos Direitos Humanos, da Secretária da Cidadania e Justiça. (Informações da ascom/Seciju)

http://www.ogirassol.com.br/pagina.php?editoria=%C3%9Altimas%20Not%C3%A…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.