VOLTAR

Ex-diretor da Funai vai ao STF contra deputada

Folha de Goiás (Goiânia - GO)
30 de mar de 1982

O general e ex-diretor da Funai, Demócrito Soares de Oliveira, ingressou no Supremo Tribunal Federal com queixa-crime contra a deputada Cristina Tavares (PMDB-PE), acusando-a pelos crimes de injúria, difamação e calúnia em discurso proferido com teor de acusação, contra o militar, em processo de corrupção na Funai, e de manter índios em cárcere privado na Amazônia.

O presidente da União das Nações Indígenas, Marcos Terena, anunciou sua saída da entidade. A decisão tem relação com seu tio, Domingos Terena, que também se reivindica presidente da organização.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.