VOLTAR

Estado é responsável pelo massacre

A Crítica (Manaus-AM)
26 de nov de 1988

O tribunal simbólico, realizado na Faculdade de Direito do Largo São Francisco pela Comissão Pró-Índio e pelo Centro Maguta de Documentação e Pesquisa do Alto Solimões, julgou a responsabilidade do Estado brasileiro em relação ao massacre dos índios Ticuna, que ocorreu no dia 28 de março (1988) na região do alto Solimões no estado do Amazonas, declarando-o culpado e responsável pelo crime. A condenação se deu pela negligência e conivência do governo frente aos atos contra os direitos territoriais dos índios, que implica também, na ameaça à preservação de sua cultura e suas tradições.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.